As costas de uma mulher com uma marca de vermelhidão para indicar que ela está com dor nas costas, e os dizeres: Dores nas costas: você sabe quais são as possíveis causas?

Dores nas costas: você sabe quais são as possíveis causas?

Data de publicação: 12/06/2019 11:41:00
Categoria: Doenças e Sintomas

As dores nas costas estão entre os principais motivos de afastamento do trabalho, de acordo com o Ministério da Saúde. O sofrimento, que pode ter diversas causas, afeta principalmente as pessoas envolvidas em trabalhos com esforço repetitivo. De acordo com a OMS, oito a cada dez pessoas sentirão dor nas costas ao longo da vida.

Comumente associada ao envelhecimento, a dorsalgia (nome técnico para dor nas costas) também afeta pessoas mais jovens. Assim, os dois grupos que mais sofrem com ela são: aqueles que estão entrando no mercado de trabalho, dos 20 aos 25 anos, e os que se aproximam da terceira idade, entre os 40 e 60 anos.
Na maioria dos casos, essas dores não têm uma explicação específica, e as causas não podem ser encontradas nem mesmo depois da análise clínica e da realização de exames. Outras causas, porém, estão associadas a problemas nas vértebras e inflamações, por exemplo.

Distensão muscular: Uma das causas de dores nas costas, a distensão muscular costuma ocorrer devido ao levantamento inadequado de peso, movimentos súbitos, ou excesso de atividade física, seja no trabalho ou em práticas esportivas.

Problemas nas vértebras:As vértebras são os ossos da coluna vertebral, e problemas nessa região estrutural causam dores nas costas. Entre eles está a hérnia de disco, que ocorre quando os discos entre as vértebras saem da posição normal e pressionam raízes nervosas, provocando dor. O envelhecimento, a genética, o levantamento de peso e até mesmo o tabagismo podem causar este problema.

Nos casos de estenose, o canal por onde passa a medula e as raízes nervosas se estreita, pressionando-as e causando dor. Esse problema está relacionado ao envelhecimento, e pode ter causas congênitas ou tumorais. Já a pressão no nervo ciático, o nervo mais longo do corpo, causa a dor ciática, que leva às dores nas costas e ao formigamento nos pés.

O escorregamento de uma vértebra sobre a outra, chamado de listese ou espondilolistese, também pode ser o motivo de dores nas costas. Traumas por quedas, tumores, envelhecimento, e fatores genéticos podem ser a causa do problema.

Tendinite: Comum na região dos ombros, a tendinite é uma dor causada pela inflamação nos tendões, que são estruturas que ligam os músculos aos ossos. O uso excessivo dos braços em esportes ou atividades laborais causam esse tipo de dor.

Escoliose: A escoliose é uma curvatura anormal na coluna, em formato de S, e pode causar dor lombar em casos mais graves.

Artrite reumatoide: A inflamação de pequenas articulações, denominada artrite reumatoide, pode atingir mãos, pés e as costas. Autoimune, essa doença é um ataque do sistema imunológico ao próprio corpo e não tem cura. Fatores de risco para essa condição são envelhecimento, fatores genéticos, obesidade, diabetes e gota.

Como prevenir as dores nas costas?
A prática de exercícios físicos contribui para o fortalecimento dos músculos e a manutenção de uma postura adequada, por isso reduz as chances de dores nas costas. Porém, durante as crises agudas de lombalgia – dores na região lombar –, a prática de quaisquer atividades físicas e até mesmo massagens são contraindicadas.

Manter o peso ideal, manter boa postura no trabalho, evitar carregar objetos de peso superior a 10% do próprio peso, não dormir em colchões muito moles ou muito duros, e evitar movimentos repetitivos que usem a articulação dos ombros são outras dicas para prevenir as dores nas costas.

Fontes

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: