10 fatores que podem influenciar na queda de cabelo e calvície

Data de publicação: 10/04/2019 16:50:00
Categoria: Estética e Beleza

As causas de perda de cabelo podem ser diversas, incluindo problemas de saúde, desequilíbrio hormonal e até mesmo o estresse. Para buscar o melhor tratamento, é importante entender as origens do problema, que em alguns casos, podem ser permanentes. Confira algumas das possíveis causas para a queda de cabelo e a calvície.

Doenças como o hipotireoidismo ou hipertireoidismo são causas de desequilíbrio hormonal, o que pode levar à perda de cabelo. Quando essas anomalias da tireoide são tratadas corretamente, os sintomas deixam de aparecer, e o cabelo para de cair e volta a crescer novamente.

A gravidez é outra condição que pode causar desequilíbrios hormonais e, por isso, pode gerar uma perda de cabelo temporária. Queda de cabelo e pontos de calvície não são incomuns no pós-parto. Nesse caso, o organismo demora algum tempo para se recuperar, mas, o cabelo volta a crescer normalmente.

Alguns medicamentos, como aqueles usados para afinar o sangue, os contraceptivos orais, os anti-inflamatórios e os tratamentos de depressão podem ter a queda de cabelo como um dos seus efeitos colaterais. Nesses casos, vale a pena consultar o médico sobre a substituição do medicamento utilizado ou aguardar o final do tratamento.

Alopecia é o termo médico para perda de cabelo, e pode afetar o couro cabeludo ou o corpo todo. Ela pode causar queda de cabelo, pontos de calvície ou calvície total. Temporária ou permanente, a alopecia tem diversas causas, incluindo fatores genéticos. Um médico deve ser consultado para determinar as melhores opções de tratamento.

Traumas como acidentes, cirurgias, queimaduras ou doenças graves podem fazer com que o ciclo natural de crescimento do cabelo seja interrompido. Nesses casos, os cabelos podem cair em tufos, a perda pode chegar a 75% dos cabelos e acontecer meses após o trauma.

O estresse emocional é um grande vilão quando o assunto é a queda de cabelos. Divórcio, luto e até mesmo grandes mudanças podem prejudicar o ciclo de crescimento capilar. Em geral, a perda de cabelo é temporária e os fios retornam a crescer quando o estresse é controlado.

Dietas da moda, restrições alimentares e a carência de nutrientes como vitaminas e proteínas podem causar perda de cabelo, levando a pontos de calvície. O corpo precisa de nutrientes não apenas para o funcionamento dos órgãos, mas também para a construção de estruturas como os cabelos e, por isso, é necessário manter uma alimentação balanceada.

Penteados que puxam demais os cabelos, o uso excessivo de shampoo, tratamentos químicos como tintura, alisamentos e outros, podem ser a causa da perda de cabelo. Práticas como esfregar demais o couro cabeludo, puxar demais o cabelo em penteados ou processos de modelagem dos fios são desaconselhadas.

Outra causa possível para a queda de cabelo são as infecções. Causadas por fungos ou bactérias, elas podem causar calvície. Por isso, é importante buscar ajuda médica para tratar essas condições e impedir a queda de cabelo, restaurando seu crescimento.

A alopecia, por exemplo, é frequentemente associada a uma doença autoimune. Por isso, acredita-se que algumas formas de perda de cabelo podem ser causadas por essas doenças ou estar relacionada a elas. Alguns exemplos dessas condições que podem causar a queda são a diabetes e o lúpus. Esse tipo de perda de cabelo nem sempre é reversível e um médico deve ser consultado para determinar os melhores tratamentos.

Fonte:

Tradutora e Redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor Geral: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: