Insolação: saiba quais são os sinais e como se proteger

Data de publicação: 07/03/2019 13:18:00
Categoria: Doenças e Sintomas
Longe da rotina, é comum que os cuidados com a pele e a hidratação sejam deixados de lado, o que pode causar problemas de saúde como a insolação.

O calor intenso e o excesso de exposição ao sol são as principais causas da insolação, uma condição séria e que pode levar à morte. Uma combinação de superaquecimento e falha no sistema de transpiração levam aos sintomas que surgem lentamente: dor de cabeça, tontura, náusea, pele quente e seca, temperatura elevada, distúrbios visuais e confusão.

Quando o problema se agrava, surgem outros sintomas mais sérios, como problemas na respiração, desmaios, extremidades do corpo arroxeadas e, em casos extremos, coma.

A primeira preocupação ao lidar com alguém com insolação é baixar a temperatura do corpo de forma lenta e gradual. Locais frescos e arejados são ideais para os cuidados, que devem começar pela hidratação. Água ou líquidos não alcóolicos devem ser ingeridos frios ou gelados. Compressas de água em pontos estratégicos, como a testa, o pescoço, a virilha e as axilas também ajudam com o resfriamento.

Assim que possível, as roupas devem ser retiradas e a pessoa com insolação deve tomar um banho frio e, de preferência, ficar imerso na água.

Para prevenir a insolação, é preciso estar atento aos cuidados básicos, como beber líquidos regularmente, principalmente quando se sente sede, o que já é sinal de desidratação. Também é preciso fazer consumo moderado e responsável de bebidas alcóolicas, porque elas contribuem para a perda de líquido do organismo.

Pessoas que fazem uso de medicamentos diuréticos, como aqueles para controlar a pressão arterial, também devem ficar atentas aos sinais de desidratação. A alimentação deve ser leve, rica em frutas e verduras, assim como as roupas devem ser frescas e de tecidos que permitam transpiração, como o algodão. Já o período de permanência no sol deve ser antes das 10h e após às 16h, para evitar o período crítico de radiação solar, e o uso de protetor solar é importante para prevenir queimaduras e reduzir as chances de desenvolvimento de câncer de pele.
Fontes:

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella
  • Gostou? Compartilhe: