a

Quais alimentos estão liberados para quem tem diabetes?

Data de publicação: 14/11/2018 16:26:00
Categoria: Calendário da Saúde
14 de novembro - Dia Mundial do Diabetes
A diabetes é uma doença crônica, cujos casos aumentaram 61,8% no Brasil, entre 2006 e 2016, de acordo com o Ministério da Saúde. E é para evitar a ocorrência de novos casos que se celebra, em 14 de novembro, o Dia Mundial do Diabetes.

Existem dois tipos de diabetes: a primeira é causada pela destruição das células que produzem insulina, e é chamada tipo 1. A do tipo 2 é causada pela resistência à insulina ou sua insuficiência. Mesmo que não tenham a mesma causa, o controle dos dois tipos da doença está diretamente relacionado aos hábitos alimentares e, por isso, uma boa dieta é essencial para reduzir os efeitos da doença.

Que alimentos é importante evitar?
Diabéticos têm que controlar o nível de açúcar no sangue e, por isso, deve evitar o consumo de alguns alimentos, como as bebidas adoçadas, que estão no topo da lista. Ricas em açúcares, bebidas como refrigerantes, sucos e chás adoçados contribuem para a resistência à insulina e para o acúmulo de gordura.

E quanto às bebidas alcoólicas? Seu consumo é permitido, porém requer alguns cuidados e cada paciente deve ser avaliado de forma individual. O paciente diabético pode fazer o consumo, desde que na dose apropriada e após avaliação e liberação de seu médico.

Alimentos ricos em gorduras trans, como biscoitos, bolos e outros alimentos industrializados também são vilões da alimentação. Apesar de não aumentarem os níveis de açúcar no sangue diretamente, eles estão relacionados à resistência à insulina, ao aumento de colesterol e às doenças cardíacas.

Pães, massas e arroz brancos também podem ser prejudiciais para a saúde dos diabéticos, por serem ricos em carboidratos e pobres em fibras. A sugestão é substituir esses itens por alimentos integrais e ricos em fibras, que ajudam na digestão e podem contribuir para a redução dos níveis de açúcar no sangue.

Já os iogurtes com sabor de fruta, que costumam conter poucas gorduras, são ricos em açúcares. Iogurtes integrais de leite não adoçados são mais saudáveis e recomendados para pacientes com diabetes.

A adição de açúcar também é um problema entre os cereais matinais, especialmente porque são ricos em carboidratos e pobres em proteína, substância que dá sensação de saciedade após a refeição. Até mesmo os cereais considerados mais saudáveis podem ser um problema na alimentação dos diabéticos e devem ser evitados.

Alimentos saudáveis como mel, frutas secas e sucos de frutas também são ricos em açúcares e devem ser evitados na dieta contra a diabetes. Batatas fritas e salgadinhos industrializados também não devem fazer parte da alimentação.

Quais alimentos são recomendados?
A recomendação é que os pacientes com diabetes se alimentem de produtos orgânicos, sempre que possível. A dieta ideal também é planejada em porções e horários, para que a fome não leve a deslizes e abusos.

Peixes, como salmão e sardinhas, são parte da dieta recomendada para diabéticos. Além de serem ricos em proteínas, suas gorduras saudáveis ajudam a controlar o nível de colesterol e a evitar doenças cardíacas. Outra proteína recomendada é o ovo, que promove saciedade e ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue.

Outros itens recomendados são folhas verdes, como a couve, o brócolis, o espinafre e o agrião. Fonte de vitaminas e minerais, esses alimentos protegem os olhos e o coração.

Entre os temperos, a canela e o açafrão se destacam por ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue e aumentar a sensibilidade à insulina, especialmente em pacientes de diabetes tipo 2. Já as sementes de chia, ricas em fibra, reduzem a sensação de fome e contribuem para a diminuição do açúcar no sangue. Outros alimentos recomendados são as nozes, os morangos e o alho.

Fontes

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: